Conecte-se conosco

Destaque

Minas Gerais tem 402 municípios em situação emergência pelas chuvas

Publicado

em

Minas Gerais tem 402 cidades em situação de emergência causada pelas fortes chuvas que atingem a região nas últimas semanas. O número corresponde a 47% de todo o Estado, que possui 853 municípios.

De acordo com o levantamento da Defesa Civil de MG, divulgado hoje, Minas tem também 48.607 pessoas desalojadas – ou seja, que estão abrigadas em casas de parentes ou amigos -, e outras 7.735 desabrigadas – e que foram encaminhadas a abrigos públicos.

O Estado também contabiliza 25 mortes, sendo cinco só em Brumadinho. As demais foram registradas em Belo Horizonte (1), Betim (1), Caratinga (2), Claro dos Poções (1), Contagem (1), Coronel Fabriciano (1), Dores de Guanhães (2), Engenheiro Caldas (1), Ervália (1), Montes Claros (1), Nova Serrana (1), Ouro Preto (1), Perdigão (2), Pescador (1), Santana do Riacho (1), São Gonçalo do Rio Abaixo (1), Uberaba (1).

O governo de Minas informou que irá destinar R$ 603 milhões “em recursos estaduais para medidas imediatas ou de rápida implementação”. Os projetos foram pensados após conversas entre a administração estadual e prefeituras atingidas.

O montante será dividido em duas partes. Sendo R$ 78 milhões destinados para o pagamento de um auxílio emergencial de três parcelas de R$ 400 aos desabrigados e desalojados. Outros R$ 182 milhões serão encaminhados para a construção ou reconstrução de moradias populares em locais afetados pela chuva.

Os recursos serão destinados através de financiamento do BDMG (Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais) às prefeituras.

Fonte: UOL

Continue Lendo

Destaque

Operação Angry Bird prende oito pessoas e apreende mais 100 pássaros na Zona da Mata

Publicado

em

Por

Oito pessoas foram presas e mais de 100 pássaros silvestres apreendidos durante a Operação “Angry Bird” realizada nesta sexta-feira (20) pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e outros órgãos de segurança na Zona da Mata mineira e no estado do Rio de Janeiro. O objetivo da ação foi combater o tráfico interestadual de animais silvestres e lavagem de dinheiro.

Ao todo, foram expedidos pela 3ª Vara Criminal da Comarca de Barbacena, 13 mandados de prisão e busca e apreensão em Juiz de Fora, Lima Duarte, Bias Fortes e Duque de Caxias (RJ). Deste total, 8 foram cumpridos.

Segundo o promotor de Meio Ambiente, Alex Fernandes, os envolvidos formaram uma organização criminosa destinada exclusivamente ao tráfico de animais silvestres, sendo a única fonte de renda deles.

Os pássaros eram caçados em Juiz de Fora, Ibitipoca, Lima Duarte, Bias Fortes.
Além do tráfico e lavagem de dinheiro, os investigados também são acusados de maus-tratos de animais e comércio irregular de arma de fogo.

Continue Lendo

+ Acessadas da Semana