Conecte-se conosco

Destaque

Projeto de lei do deputado Lafayette Andrada beneficia empregadores e gestantes

Publicado

em

O Projeto de Lei 4547/2021, apresentado pelo deputado Lafayette Andrada, determina o ressarcimento aos empregadores dos gastos com afastamento de empregadas gestantes que, pela natureza da função, não puderam e não podem exercer atividades remotas enquanto durar a pandemia da Covid-19.

Com a aprovação do PL os valores pagos pelos empregadores serão ressarcidos por meio de dedução de tributos federais, o que representa uma alternativa sustentável de manutenção dos postos de trabalho das mulheres frente ao cenário de convergência atípica imposto pela pandemia.

Segundo levantamento da Federação do Comércio de São Paulo – Fecomércio SP, no país, em média, 44% do quadro de funcionários que trabalham no comércio são mulheres, no setor de serviços são 49% e no setor público 59%. De acordo com a entidade, grande parte das trabalhadoras tem funções incompatíveis com trabalho remoto, sobretudo: médicas, dentistas, enfermeiras, fisioterapeutas, cozinheiras, merendeiras, atendentes, recepcionistas, empregadas domésticas, entre outras profissionais.

O projeto de lei de Lafayette Andrada ” tem impacto direto na vida dos empregadores e das gestantes, pois vai corrigir uma lacuna na legislação. Ao mesmo tempo que garante recomposição financeira aos empregadores face a estas despesas, mantém a estabilidade e a garantia de emprego a milhares de trabalhadoras grávidas que não podem exercer suas atividades de forma remota”.

Empregadores e trabalhadoras gestantes de todo o Brasil serão beneficiados com a aprovação do projeto, que  além de propiciar correção do ônus financeiro, reforçando o fluxo de caixa das empresas, ajuda a manter postos de trabalho, pois traz segurança para os empresários na contratação de profissionais do sexo feminino.

Fonte: Assessoria de Comunicação Deputado Federal Lafayette Andrada

Continue Lendo

Destaque

Janeiro termina com chuvas e leve queda nas temperaturas na Zona da Mata e Vertentes

Publicado

em

Por

O último fim de semana do mês de janeiro marca o retorno das chuvas nas regiões da Zona da Mata e Campo das Vertentes, isso ocorre devido à formação de uma Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS)nas regiões.

De acordo com a meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia, Anete Fernandes, haverá pancadas de chuvas e trovoadas isoladas. O avanço de uma frente fria para o litoral da região Sudeste pode provocar precipitação de granizo.

Há possibilidade de redução nas temperaturas máximas porque a nebulosidade tende a barrar a radiação e deve diminuir o calor que foi bem forte nos últimos dias.

A temperatura na Zona da Mata deve ficar entre 17°C a mínima e 36°C a máxima. No Campo das Vertentes as temperaturas variam entre 17°C e 30°C.

Ao longo da semana, as temperaturas começaram a esboçar uma queda devido a um bloqueio atmosférico, que foi perdendo a força devido à chegada de uma frente fria.

A presença de um sistema de baixa pressão no litoral Sudeste contribui com a umidade e a ocorrência de chuva mais frequentes entre sábado (29) e a segunda-feira (31).

Há, ainda, a possibilidade de chuvas intensas e ocorrência de temporais. A temperatura máxima devido à umidade deve permanecer abaixo de 30°C no domingo (30).

A umidade relativa do ar oscilará entre 50% a 100%.

Fonte: G1

Continue Lendo

+ Acessadas da Semana