Conecte-se conosco

Destaque

Universidades federais da Zona da Mata e Vertentes estão entre as 30 melhores do Brasil, aponta ranking internacional

Publicado

em

As universidades federais de Viçosa (UFV), Juiz de Fora (UFJF) e São João del-Rei (UFSJ) estão entre as 30 melhores instituições de ensino superior do país. A pesquisa buscou avaliar mais de 19 mil instituições no mundo todo, segundo ranking Center for World University Rankings (CWUR) – Centro de Rankings Universitários Mundiais.

A UFV ocupa a 919º posição no mundo e a 16ª nacionalmente. Além disso, a instituição tem uma pontuação geral de 70,7.

A UFJF também é uma das mil melhores instituições de ensino superior do mundo. No ranking, a instituição ocupa a 995ª posição. Além disso, de acordo com a pesquisa, a UF​​JF foi classificada como a 23ª melhor instituição avaliada do Brasil com uma pontuação geral de 70,3, que se manteve inalterada nos últimos 3 anos. 

Por outro lado, a UFSJ ocupa a 1.156ª posição no ranking mundial, enquanto no ranking nacional a instituição ocupa a 28ª posição. Além disso, a instituição tem uma pontuação geral de 69,3.

O ranking das universidades de MG são:

1 – Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG);

2 – Universidade Federal de Viçosa (UFV);

3 – Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF);

4 – Universidade Federal de São João del Rei (UFSJ);

5 – Universidade Federal de Uberlândia (UFU);

6 – Universidade Federal de Lavras (UFLA);

7 – Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM);

8 – Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP).

Fonte: G1

Continue Lendo

Destaque

Operação Angry Bird prende oito pessoas e apreende mais 100 pássaros na Zona da Mata

Publicado

em

Por

Oito pessoas foram presas e mais de 100 pássaros silvestres apreendidos durante a Operação “Angry Bird” realizada nesta sexta-feira (20) pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e outros órgãos de segurança na Zona da Mata mineira e no estado do Rio de Janeiro. O objetivo da ação foi combater o tráfico interestadual de animais silvestres e lavagem de dinheiro.

Ao todo, foram expedidos pela 3ª Vara Criminal da Comarca de Barbacena, 13 mandados de prisão e busca e apreensão em Juiz de Fora, Lima Duarte, Bias Fortes e Duque de Caxias (RJ). Deste total, 8 foram cumpridos.

Segundo o promotor de Meio Ambiente, Alex Fernandes, os envolvidos formaram uma organização criminosa destinada exclusivamente ao tráfico de animais silvestres, sendo a única fonte de renda deles.

Os pássaros eram caçados em Juiz de Fora, Ibitipoca, Lima Duarte, Bias Fortes.
Além do tráfico e lavagem de dinheiro, os investigados também são acusados de maus-tratos de animais e comércio irregular de arma de fogo.

Continue Lendo

+ Acessadas da Semana