Conecte-se conosco

Destaque

Zema já decidiu: vai pagar 13º antes do Natal; 1ª parcela pode sair até novembro

Publicado

em

A situação fiscal de Minas Gerais, com aumento de arrecadação, proporcionará ao governador Romeu Zema pagar, pela primeira vez em quatro anos, o 13º salário ao funcionalismo público antes do Natal. O governador já teria combinado com o secretário de Fazenda, Gustavo Barbosa, responsável pelas contas do Estado, de efetuar o pagamento antes do Natal. 

A dúvida que paira no Palácio Tiradentes é se seria possível pagar a primeira parcela em outubro, no máximo, em novembro, ou se o pagamento será integral na primeira semana de dezembro. Dados abertos publicados pela Secretaria de Fazenda mostram que o Estado arrecadou, de janeiro a agosto, R$90 bilhões. A expectativa inicial para o ano seria de receitas de R$105,7 bilhões de janeiro a dezembro.

Soma-se a isso a expectativa de arrecadar, neste ano, mais R$1 bilhão extras com o Programa de Refinanciamento de Dívidas. Parte desse recurso será destinado a pagar o auxílio emergencial que a Assembleia Legislativa aprovou para as famílias carentes, em função da pandemia. Mas, o restante vai ajudar a compor o fluxo de caixa.

Fonte: O Tempo

Continue Lendo

Destaque

Gasolina fica 7% mais cara e diesel sobe 9%, reajusta Petrobras

Publicado

em

Por

A Petrobras comunicou, nesta segunda-feira (25), que os preços da gasolina e do diesel sofrerão nova alta nas refinarias a partir desta terça-feira (26).

O preço médio da gasolina passará de R$ 2,98 para R$ 3,19 (reajuste médio de R$ 0,21, 7,04%). 

Já o diesel passará de R$ 3,06 para R$ 3,34 por litro, reajuste médio de R$ 0,28 por litro (9,15%).

ICMS sobre o diesel congelado em Minas 

O novo reajuste já estará inserido no congelamento do valor de referência do Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviço (ICMS) sobre o combustível em Minas, anunciado pelo governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo). 

Com isso, a cobrança do ICMS pelo litro do diesel — que é de 15%, conforme definido pelo Preço Médio Ponderado ao Consumidor Final (PMPF) — será mantida com os valores atuais. 

Ou seja, o consumidor mineiro será um pouco menos impactado com a nova alta.

Fonte: Itatiaia

 

Continue Lendo






+ Acessadas da Semana